domingo, 19 de dezembro de 2010

O que Elas querem no Natal

Hoje, no telejornal, a RTP teve o cuidado e atenção em dizer ao país o que querem as mulheres pelo Natal. O claro objectivo da peça passava por garantir que nenhum homem ficasse desprovido de ideias nesta época tão... (des)importante do ano.
A peça começa por reforçar a ideia de que as mulheres sabem e estão seguras daquilo que querem (for god's sake! estamos a falar de mulheres!), chegando a insinuar uma certa mudança nos gostos e desejos de seres possuidores de cromossoma xx.
Há o trabalho de entrevistar alguém na rua, que comenta não querer nada pois já tem tudo, argumento refutado pela voz off que diz "mas não se deixe levar, quando a mulher diz isso está subtilmente a dizer que quer alguma coisa".
Eis que chega o tão esperado momento, saber o que na verdade as mulheres querem pelo Natal, langerie, perfumes e jóias! Admirem-se, a Marilyn anda aí.

Ainda bem que já não se oferecem electrodomésticos, utensílios de cozinha e limpeza nem livros sobre como ser uma boa mãe e esposa. Passamos da mulher com o papel de dona de casa e mãe de família para... a mulher fútil e desinteressante à espera de ser agradada pelo seu macho com um par de cuecas. Muito melhor! Upa, upa!

Quão aborrecido é o raciocínio machista e heterossexualmente formatado?



3 comentários:

Im.no.lady disse...

ó açoreana dum raio, lingerie é com "E"!!!!

ahahahaha... muito bom.

Aninhas disse...

é muito aborrecidooooooooooooo!

Marta disse...

Isso é jornalismo de encher chouriços... :)